CAMINHO, VERDADE e VIDA

segunda-feira, janeiro 5th, 2015

 


Texto Bíblico: João 14: 5 – 6.
“Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai senão por mim”.

caminho-verdade-vida copyApós ter dado aos discípulos as garantias de que o céu é real, e que ele foi feito para a morada eterna de Deus com os homens, Jesus continuou seu diálogo no Getsêmani. Durante vários momentos, Jesus havia dito a seus discípulos para onde iria depois dali, entretanto, eles ainda não o tinham compreendido (João 7:33). Os discípulos não conseguiam entender expressões como “vou para o Pai”, ditas por Jesus, menos ainda podiam entender o caminho que Jesus trilharia, uma vez que esse caminho era a cruz. Neste momento, os discípulos eram homens cheios de incertezas e aflições, o que lhes impedia de compreender qualquer coisa.

Dentre eles, havia um que não se contentava em entender as coisas nas entrelinhas. Esse homem era Tomé. Ele era um homem muito honesto e que fazia as coisas muito a sério para ficar satisfeito com expressões vagas e piedosas. Tinha que estar seguro. Por isso, da maneira como Tomé se expressou suas dúvidas e sua incapacidade para entender resultou numa das coisas mais importantes que Jesus disse em todo o seu ministério terreno.

Aprendemos logo de cara que ninguém deve se envergonhar de suas dúvidas. Muitas vezes, elas podem nos revelar uma verdade surpreendente.

“Indagou-lhe Tomé: “Senhor, não sabemos para onde vais; e como poderemos conhecer o caminho?”” (João 14: 5).

Se a resposta de Jesus pra nós representa uma frase muito profunda, ela o foi em maior medida para o judeu que a ouviu pela primeira vez. Nessas palavras, Jesus tomou três das principais concepções da religião judaica, afirmando tremendamente de que nele as três alcançavam sua realização e expressão totais. Vamos refletir sobre elas?

1. O CAMINHO
“Eu Sou o Caminho…” (Jo 14: 6a).

Os judeus falavam muito sobre o caminho que deviam tomar os homens, bem como sobre os caminhos de Deus (Dt 5:32-33; Dt 31:29; Is 30:21; Is 35:8; Sl 27:11). Eles sabiam muito sobre o caminho de Deus que o homem devia seguir. E Jesus disse: “Eu sou o caminho”.

O que o Mestre quis dizer com essas palavras? Suponhamos que estamos visitando uma cidade pela primeira vez, em busca de um ente ou amigo querido que, há tempos, não vemos. Como a cidade é estranha, geralmente pedimos indicações. Vamos supor que o nosso guia nos diga: “Tome a primeira rua à direita e a segunda à esquerda. Cruze a praça, passe na frente da Igreja e dobre na terceira quadra à direita; o caminho que você busca é o quarto à esquerda”. Depois dessa “dica”, o mais provável é que nos percamos na segunda quadra, muito antes de chegar ao destino. Mas suponhamos ainda que, em vez disso, o nosso guia diga: “Venha. Eu o levarei até ali”. Nesse caso, a pessoa que nos leva é o caminho e não temos mais como nos perder. Isso é o que Jesus faz por nós.

Ele não se limita a nos dar conselhos e indicações, mas nos pega pela mão e nos guia, caminha conosco, fortalece, conduz e dirige todos os dias da nossa vida. Ele não fala sobre o caminho. Ele é o caminho.

2. A VERDADE
“Eu Sou… a Verdade” (Jo 14: 6b).

O salmista disse: “Diante dos meus olhos contemplo o teu fiel amor, e continuamente sigo a tua verdade” (Sl 26:3). Há muitos que nos disseram a verdade, mas nenhum foi a encarnação da verdade.

Há algo fundamental a respeito da verdade moral que precisamos refletir. A personalidade do homem que ensina a verdade acadêmica ou científica não afeta muito a sua mensagem. Ninguém procura investigar a vida de alguém que ensina geometria, história, geografia ou a língua portuguesa. Entretanto, se alguém se propõe a ensinar a verdade moral, sua personalidade é essencial. Um adúltero que prega a necessidade de pureza, uma pessoa egoísta que prega o valor da generosidade, um orgulhoso que ensina a beleza da humildade, uma pessoa amargurada que prega a beleza do amor estão condenadas a não ter crédito em suas palavras. A verdade moral não se transmite unicamente com palavras, mas essencialmente com o exemplo. É ali onde falha grandemente até o mais exemplar dos professores humanos.

Nenhum professor foi jamais a encarnação de seus ensinos, com exceção e Jesus. Muitos até tenham dito: “Ensinei-lhes a verdade.” Jesus era o único que podia afirmar: “Eu sou a verdade”. O que nos deixa maravilhados sobre Jesus é o fato da perfeição moral se vê realizada nele.

3. A VIDA
“Eu Sou… a Vida” (Jo 14: 6c).

O autor de Provérbios disse: “Porquanto, o mandamento é lâmpada, o ensino é luz, e as advertências da disciplina são o caminho que conduz à vida(Pv 6:23). “Quem recebe bem a disciplina conhece o caminho da vida, mas quem ignora a repreensão desencaminha a si e aos outros” (Pv. 10:17). Em última análise, o homem sempre busca a vida.

O que nós, humanos, mais queremos é encontrar aquilo que faça que a vida valha a pena ser vivida. Uma pessoa apaixonada já disse ao seu amor: “Nunca soube o que era a vida até que a vi em seus olhos”. O amor havia lhe trazido a vida. Isso é o que faz Jesus. A vida com Jesus merece ser vivida, porque é vida autêntica. Jesus traz sentido a nossa vida, porque Ele a é.


A maneira que Jesus encontrou para expressar tudo isto, fechou com chave de ouro a frase que já estava maravilhosa. Ele disse: “Ninguém vem ao pai, senão por mim” (Jo 14: 6d). Jesus é o único caminho que conduz a Deus. Só nele vemos como é Deus, bem como temos acesso a Deus (verdade). Ele é o único que pode mostrar Deus aos homens e conduzir estes a presença de Deus sem temor nem vergonha (vida).

#QueAEssênciaDeCristoNosAlcance.

Por Linaldo Lima
Blog Oficial: http://www.linaldolima.com
Facebook: http://www.facebook.com/BlogDeLinaldo
E-mails:
contato@linaldolima.com / linaldolima@gmail.com
Skype: linaldolima
Twitter: @linaldolima

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *